A ESCOLA

|



A EREM Coronel João Francisco está situada na rua Alcedo Marrocos s/nº em São Vicente Férrer. O município pertence à zona da mata pernambucana e tem cerca de 17.000 habitantes, de acordo com o IBGE. Sua economia baseia-se no cultivo agrícola e no comércio. É um dos maiores produtores de banana pacovã do Estado. Não resta muita opção para os jovens vicentinos a não ser sair de sua terra para outros estados em busca de empregos. No entanto, nem sempre conseguem boas colocações haja vista o pouco preparo no campo educacional. Neste sentido, mais investimento em educação é uma das formas de mudar essa situação e isso se dará na referida escola.   
Um pouco de nossa história. No dia 04 de agosto de 1977, se deu a incorporação do Grupo Escolar Coronel João Francisco, com a Escola Particular Elias Guedes, funcionando as duas em um único prédio, construído pelo Governador Drº José Francisco de Moura Cavalcanti e entregue ao povo vicentino, servindo de apoio ao desenvolvimento econômico e social local.
            
No dia 04 de maio de 1978 inaugura-se o CERu Centro de Educação Rural Coronel João Francisco. Atuava como diretor, o professor João Guedes de Andrade Lima tendo como vice a professora Maria da Conceição Luna, a qual posteriormente passou a ser diretora. A escola contava com o ensino de 1º grau (1ª a 8ª série), totalizando 508 alunos e 09 professores. Em 1979  começou a funcionar o 2º grau com o curso Habilitação Básica em Agropecuária. Em 1982 inicia-se o curso Técnico em Agropecuária. Em 1985, foi autorizado o curso de Magistério, atual Normal Médio.
             
Em 2010 foi anunciado que a partir de 2011 a escola passaria a funcionar em regime semi-integral sendo integrada ao programa de Educação Integral da Secretaria de Educação. A partir do ano de 2011 teve inicio essa modalidade de ensino contando com 4 turmas de 1º ano. Nesse período o grande desafio que se apresentava era a permanência das turmas de 6ª a 8ª série do Ensino Fundamental, 2º e 3º ano do Ensino Médio regular e 2º ao 4º ano do Curso Normal Médio. Além disso, por não haver outra escola polo para receber os alunos que não poderiam estudar no regime semi-integral, todos tiveram que estudar na Erem João Francisco.

Quanto ao público atendido, compreende estudantes oriundos das diversas localidades rurais como Mirim, Chã do Esquecido, Coquinho, Cipó Branco, Lério, Jararaca e do distrito de Siriji, além dos alunos da sede. Muitos dos nossos alunos recebem bolsa família. Neste sentido, o grande desafio é incorporar na rotina dos estudantes o estudo fora dos muros da escola, uma vez que seus pais, na maioria das vezes, não completaram seus estudos básicos.  Mesmo assim, a escola tem empreendido esforços para garantir a participação dos pais e responsáveis na vida destes educandos e incentivado a participarem de diversos concursos como Olimpíada de Português e Matemática, Viagem do conhecimento de Geografia, concursos de redação e vestibulares. 

 

©2009 BLOG EREM JOÃO FRANCISCO | Template Blue by TNB